Medicina Materno-Fetal

A Medicina Fetal é uma especialidade médica em Ginecologia e Obstetrícia, que visa o acompanhamento da gestação e do desenvolvimento fetal através da ultrassonografia, do aconselhamento genético e de procedimentos invasivos para diagnóstico, sempre visando o bem-estar materno e fetal.

É definida como um conjunto de ações de finalidades distintas (preventivas, diagnósticas e terapêuticas) destinadas a proteger, avaliar e assistir a saúde do feto e da gestante.

Para exercer essa especialidade, o fetólogo (especialista em Medicina Fetal) deve obrigatoriamente dominar conhecimentos fundamentais em embriologia, obstetrícia, genética médica, neonatologia (especialidade que cuida dos recém-nascidos e bebês), morfologia (formação do feto), física médica, fisiologia e fisiopatologias fetais e dismorfismos fetais (alterações e malformações).

A formação em Medicina Fetal propicia, também, o conhecimento em métodos de diagnósticos por imagem e endoscópicos necessários para o exame médico do paciente (o feto), seja por ultrassonografia, por ressonância nuclear magnética e por fetoscopia.

A Dra. Melissa Dunstan da RRT Clínica da Mulher é especialista em Medicina Fetal e está habilitada a fazer procedimentos diagnósticos no ambiente fetal, guiados por métodos de imagem, principalmente a ultrassonografia, com finalidades diagnósticas diversas como diagnóstico de malformações, infecções fetais e etc.

Se você procura aconselhamento em medicina fetal ou necessita realizar exames de ultrassom (USG), preencha o formulário Agendamento de Consultas e venha conversar com a Dra. Melissa Dunstan.

Consulte sempre um especialista.

Medica RRT Clinica Mulher

Consulta Medicina Fetal

A consulta de pré-natal avalia as condições maternas e fetais, por meio de exames (sangue e urina) e ultrassonografia convencional – com avaliação do ritmo cardíaco (modo B ou M), do estudo doppler contínuo ou pulsado (avaliação do fluxo sanguíneo), do estudo 3D quando necessário ou do uso de outros métodos de imagem. Na avaliação do feto, utiliza-se o sonar para verificar o ritmo cardíaco fetal, a medida da altura uterina para avaliar o crescimento fetal, além do peso e da medida da pressão arterial materna.

Na rotina obstétrica, a ultrassonografia vem sendo amplamente difundida em todos os meios e quase sempre correlacionada a uma melhor assistência obstétrica. O Ministério da Saúde recomenda, atualmente, um número mínimo de três ultrassons durante a gestação (no primeiro, segundo e terceiro trimestres), porém essa frequência pode variar de acordo com as necessidades maternas e fetais.

Ultrassom RRT Clínica da Mulher

Exame de Ultrassom (USG)

O exame de ultrassom é um método de investigação não invasivo, sem relatos de teratogenicidade (risco de malformações para os fetos) ou efeitos colaterais até o momento, e propicia grande auxílio ao diagnóstico de possíveis complicações e malformações fetais, podendo detectar entre 40 a 95% de alterações fetais quando realizado por profissional com treinamento em Medicina Fetal. Além disso, atualmente se associa a procedimentos terapêuticos intrauterinos, demonstrando a grande evolução dessa especialidade.

Também serve como auxílio à Neonatologia (especialidade que cuida dos recém-nascidos e bebês), considerando-se que 2 a 3% dos recém-nascidos apresentam uma ou mais malformações e que essas são responsáveis por 30 a 50% da mortalidade perinatal.

O ultrassom pode ser classificado em três níveis:

  • 1° nível: realizado em consultório e clínicas gerais.
  • 2° nível: realizado em centros especializados.
  • 3° nível: realizado em centro de referência.

A RRT Clínica da Mulher oferece as pacientes gestantes os seguintes tipos de ultrassonografias:

  • USG Morfológico de 1° trimestre: realizado por via abdominal, define a anatomia do bebê e detecta a presença de possíveis malformações e alterações cromossômicas.
  • USG Morfológico de 2° trimestre: realizado por via abdominal, avalia a formação de cada órgão e estruturas do bebê, e detecta a presença de possíveis malformações.
  • USG Obstétrico: avalia a posição e o peso do feto, o aspecto da placenta e a quantidade de líquido amniótico, permite ouvir os batimentos cardíacos, e observa os movimentos e a respiração do bebê.
  • USG com Doppler Colorido: realizado quando há indicação médica, analisa o fluxo sanguíneo da gestante e do bebê, com o objetivo de identificar patologias e avaliar a vitalidade do bebê.
Diagnóstico ultrassonográfico

Diagnóstico ultrassonográfico de patologias fetais

A realização do exame de ultrassom na rotina pré-natal tem como objetivos básicos:

  • Pesquisar se há gestação tópica (intrauterina), número de bebês e definir a idade gestacional.
  • Assegurar a vitalidade embrionária e fetal.
  • Estabelecer a medida do feto.
  • Apreciar a morfologia (formação do feto).
  • Avaliar a placenta.
  • Verificar a quantidade de líquido amniótico.
  • Pesquisar a vitalidade fetal, por meio da avaliação do fluxo sanguíneo nos vasos (dopplervelocimetria colorida).
  • Identificar possíveis patologias.
Consulta Medica RRT Clinica Da Mulher

Aconselhamento em Medicina Fetal

O aconselhamento médico é realizado após a análise e preenchimento da anamnese da paciente.

A anamnese detalhada é um histórico de sintomas, informações e dados da gestante e seus familiares, incluindo o exame físico fetal realizado por meio da ultrassonografia.

Posteriormente, o médico fetólogo procede à indicação de cuidados, exames e medicação que propiciem um melhor benefício para a saúde da gestante e do feto.

Em determinados casos, pode ser necessária a complementação com procedimentos invasivos, diagnósticos e terapêuticos, em situações específicas.